É preciso que as conquistas femininas atinjam as subjetividades

Do ponto de vista dos direitos da mulher, é inegável que avançamos muito. Direitos conquistados à base de muita luta feminina permitem hoje que as mulheres ocupem novos espaços e construam novas trajetórias. Mas por que será que, a despeito de tantas mudanças, ainda existe tanta desigualdade, tanta mulher vítima de violência e ainda é uma certeza o fato de que há muito o que ser conquistado? Como diz a música de Lulu Santos, “assim caminha a humanidade: com passos de formiga e sem vontade”. A força da tradição é maior do que imaginamos e conquistas levam tempo demais para refletirem em mudanças efetivas e realmente libertadoras. A verdade é que ainda estamos presas a ideologias patriarcais

Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Instagram Social Icon