Sobre mulheres e solidão

Em meu trabalho na clínica, um aspecto tem me chamado bastante atenção: a frequência com que as mulheres relatam uma sensação de estarem sozinhas. Essa sensação de solidão gera uma grande angústia e está relacionada ao desenvolvimento de sintomas de ansiedade e depressão. É algo que precisa ser acolhido e trabalhado com muita atenção. Ao contrário do que se possa imaginar, essa sensação de solidão não tem a ver com estar ou não em um relacionamento amoroso. Percebo que algumas mulheres que namoram ou estão casadas relatam esse sentimento de forma até mais intensa do que outras, que estão solteiras. Não estamos falando de uma solidão no sentido amoroso. Sobre o que estou dizendo, então? Sobre

A zona de conforto não tem nada de confortável. Por que, então, não saímos dela?

“Zona de conforto” é um termo bem inapropriado. Na prática, não se refere a situações onde nos sentimos confortáveis. A zona de conforto tem relação, na verdade, com aquilo que nos é familiar. É o conhecido, é aquilo com o que sentimos que sabemos lidar, ainda que se refira a situações de extremo desconforto e, muitas vezes, até mesmo de extremo sofrimento. Por que, então, nos mantemos nela? Ou seja: por que nos mantemos em situações que nos causam sofrimento? Como disse acima, isso tem a ver com aquilo que nos é familiar. A mente humana tem a tendência de procurar repetir situações familiares. Se determinada situação que lhe causa determinado sofrimento é bem conhecida para você, inconscien

Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Instagram Social Icon